ATENÇÃO: Esta é uma página gerada automaticamente com base na sua pesquisa. Este site não disponibiliza links para downloads ilegais ou piratas.

como comer jatoba

O místico jatobá é uma delícia que gruda na boca
O místico jatobá é uma delícia que gruda na boca

O místico jatobá é uma delícia que gruda na boca

Este é o místico jatobá, eu já tinha experimentado, mas não lembrava do gosto. O misticismo vem dos índios, que costumavam comer-lo e logo após fazer rodas de meditação. O fruto também é conhecido como jatobá da mata, jataí, jutaí e pão-de-ló-de-mico.

Este é o místico jatobá, eu já tinha experimentado, mas não lembrava do gosto. O misticismo vem dos índios, que costumavam comer-lo e logo após fazer rodas de meditação. Este fruto tem uma casca bem grossa, o que da um pouco de trabalho para abrí-lo, mas nada muito difícil, assim que você fizer o primeiro furo vai sentir o doce e forte aroma dele. O sabor é o destaque, muito doce, o problema é que com o contatado da polpa que é bem seca com a saliva, o resultado é uma verdadeira pasta que gruda na boca toda, rs. Sem água é difícil de comer este fruto. Mostrei para alguns amigos e cheguei a seguinte conclusão quanto ao cheiro dele: ou você vai amar, ou vai odiar, não tem meio termo. A árvore tem grande valor para a fabricação de móveis, é comum se utilizar a casca da árvore para fazer um chá, também chamado de ”vinho de jatobá”. Acreditam que este chá é um poderoso estimulante e fortificante. Além do grande número de nutrientes, acredita-se que o jatobá ajude no combate de algumas doenças, inclusive alguns tipos de câncer.

+ Frutas

jatobá

O jatobá (Hymenaea courbaril L. var. stilbocarpa (Hayne) Lee et Lang.; Fabaceae – Caesalpinioideae) também é conhecido como jatobá da mata, jataí, jutaí e pão-de-ló-de-mico, é uma árvore originalmente encontrada na Amazônia e Mata Atlântica brasileiras. A polpa do legume é comestível e muito nutritiva. É usada como alimento também pela fauna. A dispersão das sementes - de duas a quatro em cada legume - se dá, em grande parte, por morcegos. Entre seringueiros e moradores de regiões próximas das florestas onde se encontram, é comum se utilizar a casca da árvore para fazer um chá, também chamado de "vinho de jatobá". Acreditam que este chá é um poderoso estimulante e fortificante [wiki].